A pior forma de se relacionar com o outro

   Vivemos hoje em um mundo muito pessimista. Ofensas são distribuídas gratuitamente nas redes sociais, xingamentos, intolerância, ódio, pessimismo. Mas o que fica para refletir é a seguinte pergunta: Nós realmente precisamos colocar apenas esse tipo de sentimento para fora?
   Claro que ninguém vive apenas de felicidade, mas muitas vezes poupar os sentimentos ruins é necessário. Vejo que algumas pessoas sequer pensam antes de ofender alguém, ou que não se colocam no lugar do outro. Sim, existe a crítica construtiva, mas nós precisamos saber usá-la também, muitas vezes aquilo que é bom pra mim não é para o outro, nunca sabemos o que se passa na cabeça do próximo, e por isso não devemos julgar com tanto rancor.
   Falo isso pois me deixa indignado o número de pessoas que reclamam dos outros por coisas simples, seja o jeito de vestir, o estilo musical, as pessoas que ele interage, e diversos outros fatores. Para você que se sente incomodado com alguém por esses e outros motivos, eu lhe trago uma verdade: Vai ser feliz, assim como aquele que você julga. Mas para você que é alvo de críticas, ouça e ignore, seja feliz, independente e seguro de si, ninguém vai viver sua vida, sentir suas dores e experimentar suas vitórias. Não se prive daquilo que te faz bem desde que não prejudique os outros, você é maior que qualquer julgamento, e só você conhece a sua bagagem.
   E nós, como todo ser humano que está sujeito ao erro, antes de criticarmos alguém experimentemos passar pela reflexão das três peneiras de Sócrates, são elas a peneira da bondade, da verdade e da utilidade. A bondade é para saber se a informação que você vai passar é boa para todos, a verdade o próprio nome já diz, é para julgar a veracidade do fato, e por fim a peneira da utilidade, para saber se a informação é útil para todos os que a recebem.
   Infelizmente nós estamos sujeitos a magoar pessoas do nosso cotidiano, mas o máximo que conseguirmos evitar faz com que as nossas relações pessoais sejam as melhores possíveis, pensem nisso.

1 comentários

  1. Olá Juliane! Você trouxe uma bela reflexão hoje. Como o próprio significado da palavra preconceito diz, é uma função irracional. Realmente devemos nos informar, pesquisar e questionar. Buscar saber! Como você mesmo disse: “A informação é crucial para o combate contra o nosso preconceito”. Muitas vezes ao questionar uma pessoa porque ela tem preconceito com alguma coisa, os argumentos são fracos e, percebemos que é por falta de informação. Beijos'

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.