Resenha: O ar que ele respira

Olá!!!

Vou falar de um livro que está na minha lista de favoritos

Título: O ar que ele respira
Autor: Brittainy C. Cherry
Editora: Record
Gênero: literatura estrangeira, romance
Edição: 1° 
Ano: 2016
Idioma: Português 
Páginas: 308
Série: Elementos

Sinopse: Como superar a dor de uma perda irreparável? Elizabeth está tentando seguir em frente. Depois da morte do marido e de ter passado um ano na casa da mãe, ela decide voltar a seu antigo lar e enfrentar as lembranças de seu casamento feliz com Steven. Porém, ao retornar à pequena Meadows Creek, ela se depara com um novo vizinho, Tristan Cole. Grosseiro, solitário, o olhar sempre agressivo e triste, ele parece fugir do passado. Mas Elizabeth logo descobre que, por trás do ser intratável, há um homem devastado pela morte das pessoas que mais amava. Elizabeth tenta se aproximar dele, mas Tristan tenta de todas as formas impedir que ela entre em sua vida. Em seu coração despedaçado parece não haver espaço para um novo começo. Ou talvez sim.
A história é narração dividida entre os personagens principais (só para constar, adoro livros assim). Tanto Elizabeth quanto Tristan sofreram grandes perdas, mas Tristan está mais perdido e submerso no sofrimento. Ele é considerado um monstro, uma vez que não fala com ninguém, é agressivo e excluso do convívio social. Mas Elizabeth, enxerga a alma e a dor de Tristan, ela se reconhece nele.

A aproximação entre eles aumenta e um vai ajudando ao outro a fechar e cicatrizar as feridas causadas pelas perdas que cada um sofreu.

A cada página vemos uma evolução na superação do luto, e algumas questões vão sendo esclarecidas e outros parênteses vão se abrindo e fechando... matei a charada da morte logo no início do livro, fiquei revoltada com a crueldade de um personagem (tive vontade de esganá-lo) e também fiquei enfurecida com algumas atitudes dos protagonistas, mas percebi que na vida cotidiana também nos precipitamos e julgamos as pessoas sem nem conhecê-las.

É uma história envolvente, onde eu pude sentir um pouco da dor, o medo e o receio de cada um dos personagens. Essa história me fez refletir a importância de enfrentar nossos medos, e que às vezes é importante e necessário ter alguém para nos ajudar a enfrenta-los. O apoio das pessoas que amamos é primordial.


“Nenhuma alma gêmea deixa esse mundo sozinha. Ela sempre leva consigo um pedaço de sua outra metade”.



“- Me faz um favor?


- Qualquer coisa.


- Abrace-a com força todos os dias e todas as noites, porque não sabemos o dia de amanhã”.



“A magia é amar”.


                                              


Fonte da sinopse e da capa:
http://www.record.com.br/livro_sinopse.asp?id_livro=29308



Se você já leu esse livro me conte o que achou.


Beijos.

10 comentários

  1. Já me apaixonei por esse livro sem nem mesmo conhecer. Meu Deus, que capa LINDA e a história parece muito boa!

    ResponderExcluir
  2. Olá Bete! Realmente narrativa divida é boa, assim conhecemos melhor cada ponto de vista de uma mesma história. Aah esses personagens que queremos matar e amamos! Haha' Realmente no cotidiano nos precipitamos e, quando vemos isso em outra pessoa pode da, uma certa raivinha, faz parte. É um livro que eu quero ler faz tempo e, sua resenha apenas aumentou minha vontade de ler. Para ter entrado para a lista dos seus livros favoritos realmente deve ser bom. É muito bom quando uma história nos envolve e nos faz sentir os sentimentos dos personagens. A citação escolhida para finalizar a resenha está de arrasar! Beijos'

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Ola
    Essa é mesmo uma história muito envolvente, sou apaixonada por esse livro! Foi uma boa surpresa e recomendo bastante a leitura, é muito envolvente e carismático né?!. Também gosto muito quando a narração é dividida entre os personagens principais. Suas impressões refletem bem as minhas próprias e que bom que curtiu a leitura!
    Beijos, F
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  5. Oi tudo bem?
    Arrasou na resenha viu? Sou super curiosa para ler esse livro, amo livros onde os personagens tem um passado bem pesado e junto eles vão se se ajudando.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Ainda não tive a oportunidade de ler, embora todo mundo fale tão bem do livro. Ele já está na minha wishlist, e sua resenha me deixou mais curiosa ainda, e realmente, nem sempre podemos enfrentar o mundo sozinhos. Aliás, até podemos, mas com a ajuda de alguém sempre fica mais fácil.
    Espero poder conferir em breve!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  7. Olá...
    Sempre vejo excelentes comentários sobre essa obra, mas, infelizmente ainda não tive oportunidade de realizar a leitura. Acho que minha lista de desejados anda tão surreal que ultimamente ando evitando botar mais títulos... Ainda quero ler, mas, acho que vai demorar um pouco...
    Bjo

    ResponderExcluir
  8. Já li outra resenha feita desse livro e achei a sua bem explicativa além de rápida...sou apaixonada pela capa desse livro ahah sucesso bjs

    ResponderExcluir
  9. Hey!
    Já tive a oportunidade de ler esse livro e ele me conquistou, pois a superação do luto dos personagens é incrível e marcante. Fiquei contente por você ter gostado e por ter ressaltado a questão de não termos medo de enfrentarmos nossos medos. Não tinha parado para pensar isso e acho que é exatamente isso.
    Vontade de reler, pois ele livro é incrível.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Amo os livros da Brittainy, ela arrasa! Suas histórias sempre nos fazem refletir e isso é o que eu mais gosto dela.

    Assim como você também adorei esse livro, Pluto é um dos meus crushs literários haha senti vontade de abraçá-lo e consolá-lo tadinho!

    Adorei sua resenha, fiquei com vontade de ler novamente!

    Beijos
    Jess

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.