Crônica 'Mulheres versus Mulheres'

Fonte da imagem: Autoria de Juliane Barbosa

O que é a rivalidade Batman versus Coringa, Sonic versus Dr.Eggman, Harry Potter versus Lord Voldmort perto da rivalidade MULHERES VERSUS MULHERES. Algo que acontece há anos, décadas, séculos, milênios, desde a evolução dos primatas? Essa rixa tola que aprendemos desde a infância e levamos até nossos últimos dias de vida.

Como um dia, uma dita cuja, com ânimos exaltados e aos berros, solta a frase: “Meu bem, mulher não se arruma pra homem não, mulher se arruma pra outra mulher, pra se sentir gostosa, poderosa, diva, pra sambar na cara das recalcadas com salto 15”, ou, como minha cunhada quando descobriu um caso de traição e exclamou diante de todos que “Puta tem mais é que apanhar, pra vê se conserta e não dá em cima do marido das outras”.

Uma guerra de mesquinharia arraigada em nossa cultura, que construíram entre nós e que prontamente a grande maioria adotou, gerando uma profunda divisão com a conseqüência de se verem como inimigas o tempo todo. 

Aí cara leitora, me pergunto por que, nós mulheres, evocamos a necessidade de nos virmos como concorrentes? Por que, nós mulheres, mandamos indiretas “inimigas recalcadas”? Por que, nós mulheres, atacamos umas as outras? Por que, nós mulheres, alimentamos a sensação de que somos alvo de inveja? 

And Who run the world? GIRLS!

0 comentários:

Postar um comentário