Crônica 'Meu ex-amor'

Fonte da imagem: www.pixabay.com

“Você desperdiçou o amor/ partiu e nunca mais ligou/ Você me complicou, usou/ Fugiu com a minha paz” (Sandy & Júnior – Desperdiçou)
“Foi bonito demais/ mas eu estou sozinho/ Foi rico de amor/ e hoje estou tão só” (Amado Batista – Meu ex-amor)

Acabou, Fim, Já Era, The End, Game Over, Adeus; É o rompimento de um relacionamento amoroso na vida de uma pessoa é comparado aos efeitos devastadores de um terremoto, tsunami, tempestade de gelo ou de qualquer tipo de fenômeno que cause estragos quase irreparáveis.

Quando o inevitável fim chega atitudes são tomadas, ações são realizadas, feitos são efetuados e é nessas e outras que aflora nosso egoísmo, nosso bem amado orgulho e esquecemo-nos do outro. Será que ele (a) também não está sofrendo? ; Será que ele (a) já pode ter me esquecido? ; Será que ele (a) está seguindo em frente? ; Será que ele (a) pensa em mim?

Um dia, quando lembranças de meu namoro vieram à tona, logo um sorriso brotou em meus lábios e uma reflexão ou curiosidade (fica a cabo de vocês decidirem o que melhor se encaixa) surgiu. O que minha ex passou ao término do nosso relacionamento? ; será que ela também sofreu, será que ela escutou músicas sofrentes, será que ela ficou feliz, será que ela seguiu em frente bem mais rápido do que eu?

Antes de abrirmos nossas boquinhas para falar mal de ex, devemos pensar também no outro, no que ele (a) passou com o fim do relacionamento, nas suas emoções, em seus sentimentos.

“Um brinde aos que tivemos/Aos que temos/aos que teremos” (Day & Lara part. Maiara e Maraísa – Até ex duvida)




30 comentários:

  1. Oi, Juliane!
    Nunca sabemos o que se passa dentro do outro, né?! Acredito que fim de relação dói nos dois. Cada um sofre e passa por isso do seu jeito.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carla. Isso é verdade, não sabemos o que se passa na cabeça do outro , por isso mesmo que não devemos difamar nossos ex's. Beijos e gostei do seu blog!

      Excluir
  2. Primeiro: adoro essa música de Sandy&Junior, marcou minha adolescência! =)
    Segundo: concordo com o que você disse, terminei recentemente um relacionamento e foi muito difícil, mas meu ex se recusa a falar comigo e fico preocupada com ele, sabe? Minhas amigas dizem para eu desencanar, mas, poxa, ele era meu amigo além de namorado! =(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desde guria sofrendo com Sandy&Junior! É doloroso realmente o fim de um relacionamento, mas que tal seguir os conselhos da sua amiga? não dá pra ficar insistindo quando o outro não quer. Bom, espero que você consiga resolver, pois essa decisão de seguir em frente ou ficar, depende de você! Beijoos!!

      Excluir
  3. Achei o máximo, a música de Sandy&Junior, me relembrou os tempos de infância.
    Términos são complicados e muitas das vezes traumáticos (eu que o diga).
    Mas é só ter paciência que tu pode voltar ao normal. Amizade é o que deve ficar.

    Att

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. GJC, quem nunca sofreu escutando Sandy&Junior, né isso! Esse eh o lema, paciência e determinação. Tudo depende de nós mesmos! Att...

      Excluir
  4. sinceramente? eu já pensei muito nisso.. em como a outra pessoa estaria lidando com o fim. mas pensar nisso só me deixava mais presa a algo que já acabou. então hoje, eu penso em mim. e que quando acaba, acaba. tento deixar todas as emoções para trás e seguir em frente. o passado agora só serve para me lembrar de não repetir as mesmas experiências ruins.
    adorei o texto! beijos :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa Isa,bom que você gostou da crônica. Isso aí, bola pra frente, bom que você segue seu próprio lema. Segundo Latino 'quem vive de passado é museu' kkkkkkkkk

      Excluir
  5. Olá, tudo bem?
    Owmm eu amei a sua cronica. Claro que no fim dos relacionamentos há sempre aquela magoa ou dor, mas eu olho para os meus relacionamentos passados e tento me apegar aos momentos bons. Aos momentos em que dos dois eramos felizes e que faziamos bem um ao outro e tirar uma lição dessas experiencias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Faby, tudo ótimo cmg. Que ótimo que você gostou da crônica! Todo fim de relacionamento é doloroso, não há escapatória. Bom, o espírito é esse, se for lembrar do passado, só lembrar das coisas boas, as ruins a gente transforma em experiência. E um lembrete, não falar mal de ex's, é uma maior pagação de pau, bom mesmo é nem falar. Abraços!

      Excluir
  6. Olá, o texto me fez pensar um pocuco.
    Mas, sou leiga para falar de relacionamentos já que ainda
    não estive em um.

    By Patty (Viagens de Papel)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hi, Patrícia. Legal que você gostou da crônica. Mulher, tu tem é sorte kkkkk continue sendo leiga kkk brincadeiras à parte...Mil beijos!

      Excluir
  7. De fato é uma reflexão, por que quando terminamos um relacionamento, logo vem tanta magoa que nossa tendencia é falar mal, mas sabemos lá no fundo que sempre acabamos tendo saudades de alguma coisa ou outra, eu mesmo tenho..rsrs

    Beijos

    Viviana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Viviana. Fico alegre por ter gostado da crônica! Né isso, temos esse costume ruim, de difamar o ex, maior pagação de pau. Ah e nada errado ter saudade, continue tendo à vontade, só não vá ficar falando mal do seu ex, mas também não fique tocando demais no assunto, assim espanta possíveis pessoas que possam vir a te fazer bem! Beijos e beijos!!

      Excluir
  8. É um texto realmente emocionante e forte, a gente nunca sabe o que acontece com a outa pessoa ou se ela sente o mesmo, o importante é tentarmos seguir em frente.
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Morgana, Hi. Não sabemos o que passa na cabeça do outro, por isso mesmo que não devemos difamá-la. Como você mesmo descreve, tentar seguir em frente, apesar dos pesares. Beijocas!

      Excluir
  9. '' o rompimento de um relacionamento amoroso na vida de uma pessoa é comparado aos efeitos devastadores de um terremoto'' depende das pessoas no relacionamento, né? Hoje em dia as pessoas parecem não mais saber namorar... :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Grazi. Bem sucinta, tudo depende de nós. Desilusões amorosas pode acarretar em frieza, sem contar outros detalhes, aí temos a noção de que as pessoas não sabem namorar. E isso já vai ser tema do meu próximo texto!

      Excluir
  10. Olá, tudo bem?

    Adorei o seu texto, é envolvente e emocionante, rompidos são complicados, mesmo que de forma pacífica, em determinado momento vai acontecer algo posteriormente, como um afastamento definitivo.
    Bjuss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo beleza, Saga Literária, que bom que gostou da crônica! Sim, todo fim de relacionamento é doloroso, por mais que o término tenha sido pacífico! Mas depende da pessoa seguir em frente ou ficar remoendo o passado. Beijinho, beijinho

      Excluir
  11. Oi, tudo bem?
    Gostei do texto, foi bem reflexivo, espero ler outros.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Angélica. Está tudo bem comigo! Ótimo que você gostou do texto! Ahh já publiquei mais dois, o 'Não espalhe felicidade' e 'E os namoradinhos?' espero que goste e criticas são bem vindas tá. Beijos de luz....

      Excluir
  12. Oi, Juliane ^^
    Ótimo texto, viu.
    Infelizmente, existem casos que esse tipo de reflexão se encaixa, há exs que não pensam em nós, de fato. Que nos usaram.
    Mas também existem os casos que essa reflexão é super válida.
    Ah, se tivéssemos o dom de ler os pensamentos dos outros gostaria da pessoa que conhecemos? Que nos relacionamos?
    De vez em quando me pego pensando se daria certo com aqueles que o romance acabou, tanto que foi por ter esse pensamento que voltei com alguém que gosto e descobri que a segunda chance é super válida mesmo sendo um risco enorme.
    Parabéns pelas singelas palavras. ^^
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruno, muito obrigada, fico contente por te gostado da minha crônica.Há casos e casos né. E bom, primeira pessoa aqui que vejo que voltou com a (o) ex, espero realmente que dê certo, isso dependerá de você e da sua (seu) companheira (o) felicidades mil!! Mil e um beijos!!

      Excluir
  13. Olá, tudo bem? Adorei demais a crônica, mas confesso que não podemos generalizar. Tem relacionamentos que acaba e sofrimentos não existe, porque não existia o amor. Enfim é complicado falar disso.
    Beijos e adorei as músicas haha
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carool, tudo beleza cmg. Bom, há casos e casos né, mas é válido o que você disse, não dá pra generalizar, boa parte das coisas não dá mesmo para generalizar. Fico lisonjeada por ter gostado da minha crônica. A melhor parte são as músicas, bem nostálgicas. E já tô dando uma olhada lá no seu blog! Beijos e mais beijos!!

      Excluir
  14. Adorei o texto, ainda mais que terminei meu relacionamento a pouco tempo e sempre fico me perguntando o que se passou na cabeça dele pois ele não pareceu ligar muito, mas cada um tem a mente e o coração de um jeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriela, cravo e canela, brincadeiras à parte, legal que você gostou da crônica, e é verdade, não sabemos o que se passa na cabeça do outro, mas o que não vale é sair falando mal do seu ex, por mais que o término tenha sido dolorido. Relembre os momentos bons e os ruins transforme em experiência! Agora vá escutar as músicas sofrentes que postei ou vá escutar Safadão pra não ficar deprimida!

      Excluir
  15. Oi
    Que texto bacana, realmente, não adianta falar mal de ex, bola pra frente, acabou, fechou o ciclo e ninguém é dono de ninguém, ficar falando mal, remoendo é atrapalhar o processo, querer ficar presos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lilian. Bom que gostou da crônica. Simplesmente resumiu tudo o que penso. Abraços!

      Excluir