Resenha: Cidade de Papel - John Green



Olá!

Definitivamente você já ouviu falar do autor!

E com certeza ouviu falar de Cidade de Papel! 

Resumindo... Quentin Jacobsen, ou simplesmente Q.  é um menino comum que está no último ano do colégio. Adora jogar videogame com seus amigos e se acha sortudo por morar ao lado da casa de Margo Roth Spielgeman , ele é apaixonado por ela desde... meio que sempre. Eles eram amigos de infância mais foram se afastando. E em uma noite Margo bate na janela do quarto  de Quentin e convence ele ajuda lá e fazer sua vingança após descobrir que estava sendo traída pelo seu namorado (ou ex) com sua melhor amiga. E depois está noite Margo desaparece e o mistério começa.

Mesmo que Margo e Quentin sejam o foco da história, não podemos deixa de chamar atenção ao personagens coadjuvantes que  são bem diferentes uns dos outros mas todos são bem engraçados. 

O enredo demora um pouco para esquentar. No inicio Quentin, conta sua vida e sua paixão por Margo, só depois que Margo invade seu quarto que esquenta um pouco a historia. Mas quando Margo desaparece achei que a história esfriou e foi esquentar novamente apenas quando Quentin com Radar, Bem e Lacey saíram da colação de grau correndo para minivan em uma viagem de vinte e três horas e nove minutos atrás de Margo. 

Bastante da historia passa com Q. e seus amigos na minivan. A viagem é um tiro ás cegas, isso me deixou empolgada mas ao mesmo tempo foi me dando uma aflição para saber se eles iriam conseguir encontra o lugar, chegar até e por fim encontra ou não a Margo. 

O livro é em primeira pessoa, , narrado por Quentin. A historia um pouco enrolada, mesmo assim é leitura é leve e te prende.  Li tudo em dois dias. Pode acreditar, se eu conseguir lê o livro rápido você também conseguem.  Não é um livro melancólico e sim um livro para se divertir com o suspense. O mais bacana no livro é que o desfecho da historia não é previsível, (pelo menos para mim não foi). O final não foi como eu queria,  não foi um conto de fadas e sim mais real. (Sempre sempre e sempre eu vou torce para que o final seja de contos de fadas). 

Durante  a historias você iram encontra várias frases que John Green deixou como lições de moral 
para todos nós. Haha’ Ou melhor, frases Inspiradoras. 



Agora eu quero saber de vocês que leram o livro, o que acham da história? E vocês que não leram o livro, pretende lê?



6 comentários

  1. Eu já pensei diversas vezes em ler esta obra, mas não curti 100% "A Culpa é das Estrelas" então isso me dá um pouco de preguiça. Mas parece realmente bom. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!
      Eu curti bastante deste livro, apenas achei o final meio sem graça. "A Culpa é das Estrelas" é fofo mas não achei tão empolgante. Este livro tem personagens bem legais, acredito que você tem que deixar este "preconceito" com este livro de lado e lê... E volta aqui e me contar o que achou. Haha'

      Excluir
  2. Olá,

    Amei sua visita no meu blog, obg!

    Confesso que só me interessei por esse livro depois do filme mas já li a culpa é das estrelas e amei (apesar de muitas pessoas não gostarem) e sei que John é um escritor muito bom.

    Gostei muito da sua resenha e só reforçou o meu interesse nele.

    Abraços,
    Ludy
    http://nodivacomaspalavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ludy, ainda não assistir o filmes deste livro. Já vi o filme "a culpa é das estrelas" e não li o livro mais gostei do filme. John realmente é um bom escrito. Fico feliz que tenha gostado. Beijos'

      Excluir
  3. Olha, todos os meus colegas que leram - ou tentaram - ler os livros do John acharam cansativos, então preferi não arriscar e me decepcionar como aconteceu com o Nicholas Sparks.
    Eu assisti o filme na verdade e achei mediano. Talvez o livro seja realmente melhor.

    http://casteloddiamante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jessica sei como é, muitos falam do John mas acho ele um bom escrito. E acredito que você tem que ler um livro dele e ter uma própria opinião. Nicholas Sparks nunca li os livro mas amo os filmes baseados no livros dele. Beijos'

      Excluir

Tecnologia do Blogger.